Dia do Julgamento

"Cada dia é o dia do julgamento, e nós, com nossos atos e nossas palavras, com nosso silêncio e nossa voz, vamos escrevendo continuamente o livro da vida. A luz veio ao mundo e cada um de nós deve decidir se quer caminhar na luz do altruísmo construtivo ou nas trevas do egoísmo. Portanto, a mais urgente pergunta a ser feita nesta vida é: 'O que fiz hoje pelos outros?'"

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

BUDISMO - A forma correta de meditar e viver

Tome consciência do seu corpo e da sua postura.

Dirija sua atenção para o rosto e tome consciência dos músculos da face, da boca e dos olhos.

Verifique se há alguma parte tensa.

Fique consciente da sua respiração. Observe como o seu corpo respira.

Focalize a sua atenção na área do abdome resultante da respiração.

Acompanhe cada detalhe do movimento da respiração , desde o início até o fim, confirmando mentalmente: subindo - descendo.

VIVENDO CORRETAMENTE!

Desenvolva sentimentos de amor e simpatia por todos os seres.

Pense menos em si e mais nos outros.

Procure ser útil e prestativo. Pratique a caridade e seja generoso. Pratique o amor através do serviço ao próximo. Não perca a oportunidade de auxiliar o seu próximo.

Não prejudique e nem faça mal a ninguém. Evite atividades cujo produto e resultado possam prejudicar outros seres vivos.

Ao ganhar a vida, faça-o de maneira correta, honesta e justa. Não engane ninguém.

Evite meios de sobrevivência e sustento que possam prejudicar outros seres ou tirar a sua paz de espirito e a sua tranqüilidade.

Use sensatamente o que ganhar para manter a si, sua família e aqueles que dependem de você.
Gaste de acordo com as necessidades reais sem ser miserável, mesquinho e nem extravagante.

ESFORÇO CORRETO!


Desenvolva um esforço persistente para se manter vigilante, alegre e compassivo a cada momento.

Faça um esforço sincero e persistente para abandonar, evitar e prevenir o surgimento de hábitos negativos de pensar, falar e agir.

Onde houver tristeza e pesar, que haja alegria; onde houver má-vontade, que haja boa vontade e o desejo de servir; onde houver raiva, que haja amor, paciência e tolerância; onde houver rancor e ressentimento, que haja compreensão e fraternidade; onde houver o orgulho, a ambição e a vaidade, que haja a humildade e a simplicidade de coração ; onde houver a inveja, o ciúme e o egoísmo, que haja o desprendimento e a renúncia; onde houver a culpa e o remorso, que haja o arrependimento e o perdão.

PENSANDO CORRETAMENTE!

Pense em coisas benéficas, de forma a ajudar a produzir bem-estar em você e nos outros.
Purifique os seus pensamentos através do amor, concentração, vigilância e sabedoria.

Não alimente pensamentos de má-vontade, raiva, inveja, cobiça, tristeza, aversão e medo. Estes pensamentos são prejudiciais somente para quem os produz. Além de envenenarem a mente e o corpo, são também um obstáculo para uma vida saudável.

Fique atento e vigie seus pensamentos, evite divagar e fantasiar, que eles sejam livres de desejo, apego, ilusão, falsos conceitos e pontos-de-vista que não correspondam à realidade. Não julgue ninguém.

Não acredite em qualquer coisa que alguém diga. Investigue os fatos e a realidade, veja as coisas por si mesmo. Que seus pensamento expressam realmente aquilo que você está sentindo e que melhor representem a sua experiência.

Seja verdadeiro, sincero, e correto em pensamentos. Não deseje mal e nem sofrimento para os outros e para si. Não cobice o que não lhe pertence. Antes de agir e falar, compreenda; antes de compreender, ame. Habitue-se a pensar com amor e alegria.

FALANDO CORRETAMENTE!

Quando falar, fale de maneira correta, isto é fale de acordo com a realidade e os fatos. Fale a verdade. Fale apenas o que sabe. Não minta em benefício próprio, nem em benefício de quem quer que seja.

Não fale de modo a causar discórdia. Evite levar e trazer conversas que causem desarmonia e discórdia. Não levante falsos testemunhos e nem calunie ninguém. Evite criticar quem está ausente e nem fale de mal de ninguém.

Não diga palavras ásperas, vulgares e ofensivas. Que a sua voz transmita amor, alegria e compreensão. Diga apenas coisas que esclareçam e sejam verdadeiras, úteis e benéficas a quem as houve.

Evite criticar, lamentar, reclamar e queixar-se desnecessariamente. Não fale à-toa, sem um bom motivo; evite tagarelar. Fale apenas o justo e o necessário, no local e momento oportunos.

AGINDO CORRETAMENTE!

Ao agir através do corpo seja correto em suas ações, isto é, aja sempre com amor, atenção e consciência. Use o seu corpo como um instrumento sagrado capaz de realizar seus sentimentos de amor, compaixão e desejo de auxílio ao próximo.

Evite comportamento s
exual incorreto e contrária à natureza humana. Não pratique e nem induza ninguém ao adultério.

Evite envolvimentos afetivos que possam causar sofrimento, magoar e prejudicar outras pessoas.

Não use drogas e bebidas que possam perturbar sua mente. Purifique seu corpo e desenvolva uma mente lúcida.

Cuidado com as conseqüências das suas ações, aja com cautela e seja refletido.

Evite matar, agredir, ferir e prejudicar qualquer ser vivo. Seja compassivo e não maltrate ninguém e nem mesmo o mais ínfimo dos seres. Respeite qualquer forma de vida. Todos tem direito à vida e de viver e ser o que são.

Dê e receba livremente e evite roubar, pegar, extraviar, danificar, e apropriar-se indevidamente dos pertences alheios.

Extraído do texto de Alexandre Lira, da Sociedade Budista do Brasil


Nenhum comentário: