Dia do Julgamento

"Cada dia é o dia do julgamento, e nós, com nossos atos e nossas palavras, com nosso silêncio e nossa voz, vamos escrevendo continuamente o livro da vida. A luz veio ao mundo e cada um de nós deve decidir se quer caminhar na luz do altruísmo construtivo ou nas trevas do egoísmo. Portanto, a mais urgente pergunta a ser feita nesta vida é: 'O que fiz hoje pelos outros?'"

domingo, 6 de junho de 2010

Há vagas. O que falta é profissional capacitado


Por Nelson Fukuyama*



Se o mercado de trabalho está promissor e oferece vagas em diversas áreas, o problema das empresas é encontrar profissionais que estejam realmente preparados e capacitados para ocupar uma dessas vagas. Há várias justificativas.


Os jovens profissionais saem despreparados das universidades, há uma oferta muito grande de cursos em todo o país porém a qualidade é questionável, dizem muitos executivos. Os profissionais mais experientes não se preocupam em se manter atualizados e buscar capacitação, por vários motivos.


A solução deve vir dos dois lados: o profissional e a empresa, cada um deve fazer sua parte.


O profissional pode encontrar alternativas (e excelentes alternativas) de cursos de atualização e capacitação bastando consultar escolas de renome internacional como temos várias nos diversos estados do país. Nada de desculpas como falta de tempo, envolvimento com o trabalho diário na empresa, falta de recurso financeiro para bancar um curso, compromissos sociais e familiares.


A empresa deveria exigir que seus colaboradores mantenham-se atualizados e capacitados através de atividades que acumulem pontos que vão permitir uma avaliação anual que possa ser válida para uma promoção, por exemplo. Ela deve criar condições para treinamentos em atividades internas específicas, o que poderá permitir uma identificação de talentos dentre o seu quadro atual de colaboradores.


Atualmente há várias opções para capacitação e atualização. Ao mesmo tempo em que existem cursos presenciais, há os cursos dentro da empresa (in company) e os cursos a distância pelos quais se observa um crescente interesse pelas inúmeras vantagens que eles oferecem tanto para o profissional quanto para as empresas.


Basta escolher a melhor alternativa.



* Nelson Fukuyama é Editor-Chefe do Dicas Profissionais e Diretor da Yama Educacional. Teve passagens por empresas de consultoria externa (atuais PriceWaterhouseCoopers, Ernst&Young, Binah), Conglomerado Financeiro nacional (Banco Itaú e Itaúsa), e empresas multinacionais (AkzoNobel, Laporte Group PLC e Walbro) como Auditor, Consultor, Controller, Superintendente e Diretor de Finanças e Administração.

Nenhum comentário: