Dia do Julgamento

"Cada dia é o dia do julgamento, e nós, com nossos atos e nossas palavras, com nosso silêncio e nossa voz, vamos escrevendo continuamente o livro da vida. A luz veio ao mundo e cada um de nós deve decidir se quer caminhar na luz do altruísmo construtivo ou nas trevas do egoísmo. Portanto, a mais urgente pergunta a ser feita nesta vida é: 'O que fiz hoje pelos outros?'"

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Retire-se

 

Reserve um tempo só para você e aproveite as surpresas que um retiro pode trazer

por Marcia Bindo | foto André Spinola e Castro

 
 Aprender a relaxar 
 
Outro ponto importante na prática do retiro é aguçar a percepção no momento presente, em todas as ações. As distrações são inimigas da atenção. Se estamos sempre ocupados e sobrecarregados, a vida fica quase automatizada. Se não percebemos o que estamos fazendo ou por que estamos fazendo, se não temos consciência dos objetivos, estamos distraídos. O importante, então, é estar desperto e atento a cada momento. Com essa idéia em mente, a professora de ioga Lílian La Page criou um retiro com cursos de autoconhecimento e meditação no meio da mata Atlântica em Garopaba, Santa Catarina."As pessoas vêm para repensar a vida e ficar mais conscientes do próprio corpo, das emoções, da respiração", diz Lílian. E também para relaxar. 

Lembra do excesso de estímulos, citado lá no início do texto? Uma das conseqüências dessa dose exagerada é o estresse. Por isso, aprender a desligar-se voluntariamente é crucial para o bemestar físico e emocional. Se isso não ocorre,o corpo dá um jeito de fazer isso sozinho,por exemplo por meio de uma doença. Que o diga o economista Vítor Caruso, que chegou ao limite e desenvolveu um câncer. Ele descobriu na meditaçã uma ferramenta valiosa para viver melhor. "Com a prática, consegui entender o que é a paz interna. É preciso primeiro experimentar o que iss significa para poder transmitir e desejar isso para os outros.Um retiro pode trazer esse estado de paz", diz Vítor, que hoje, recuperado da doença, coordena o centro Ciência Meditativa, em Curitiba. Lá acontece uma vez por mês no final de semana o retiro de um dia em silêncio, sem foco religioso, onde são alternadas as práticas de meditação sentada e andando. 

Escutar o silêncio

O silêncio é outro benefício da prática. Ele é a regra de ouro do retiro de dez dias de meditação Vipassana, que tem lugar em Miguel Pereira, no Rio de Janeiro. Sim, dez dias. Durante esse período, ninguém fala. E praticase meditação por dez horas diárias. "O barulho externo impede que a gente escute nosso barulho interno. Quando fazemos silêncio conseguimos ir mais a fundo em nossa estrutura mental e escutar o que ela tem a dizer", diz o praticante Lucio Lambert, que tem cinco retiros na bagagem. 

Existe uma metáfora muito bonita para esse momento de pausa. Tome a vida como uma melodia. Toda melodia tem notas - os acontecimentos. Mas sempre há uma pausa entre duas notas. Porque é exatamente durante a pausa que a qualidade das notas - e o significado da vida - nasce. Sem a pausa, a canção seria caótica, como uma sirene. É por causa desse momento breve, em que uma nota da música cessa e outra surge, que uma melodia ganha significado e beleza. 

Faça um retiro de fim de semana sozinho

Marque a data do retiro na agenda, para se acostumar com a idéia. E para ter tempo de se planejar.

• Se mora sozinho, a experiência pode ser feita em casa. Se não, deixe para um período em que ficará só ou hospede-se em algum lugar tranqüilo. 

• Avise amigos e familiares. A idéia é deixar o telefone desligado e o celular só para receber ligações em emergências. 

• Deixe a despensa e a geladeira abastecidas, para não se distrair com compras. Alimente-se com comidas leves, como frutas e sopas. 

• Leve roupas confortáveis e o mínimo de coisas possível. Não se distraia com escolhas banais. 

• Esqueça televisão, computador, rádio e qualquer outro apetrecho eletrônico que o conecte ao mundo externo.

• Escolha um lugar para a prática de meditação sentado e estabeleça uma disciplina de prática (meia hora de manhã e à noite, por exemplo).

• Exercite o corpo com caminhadas e aproveite para praticar meditação ao andar. Lembre-se de levar a atenção para todos os momentos do seu dia - ao tomar banho, ao comer, ao caminhar.

• Procure escutar o silêncio - e a si próprio.

Nenhum comentário: