Dia do Julgamento

"Cada dia é o dia do julgamento, e nós, com nossos atos e nossas palavras, com nosso silêncio e nossa voz, vamos escrevendo continuamente o livro da vida. A luz veio ao mundo e cada um de nós deve decidir se quer caminhar na luz do altruísmo construtivo ou nas trevas do egoísmo. Portanto, a mais urgente pergunta a ser feita nesta vida é: 'O que fiz hoje pelos outros?'"

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Custo Baseado em Atividades - ABC

O Custo Baseado em Atividades - ABC surgiu com o objetivo principal de aprimorar a alocação dos custos indiretos fixos (overhead) aos produtos e serviços prestados pelas organizações.
 
Usar a gestão por processo como referência para atribuição de custos a objetos como base em atividades permite à organização mover-se nas duas direções, entre a obtenção de um cálculo exato do custo e rentabilidade do produto, serviço e/ou procedimento e a identificação de oportunidades para a melhoria contínua da rentabilidade.
 
A idéia básica do ABC é tomar os custos das várias atividades executadas pela empresa e entender seus comportamentos, encontrando bases que representem as relações entre os produtos e estas atividades.
 
O custeio por Atividade pressupõe que os recursos são consumidos pelas atividades desenvolvidas pelas unidades da empresa, gerando custos, e que os procedimentos, produtos e serviços prestados usem estas atividades consumindo seus custos.
 
O modelo de custeio por atividade consiste em secionar as unidades da empresa em atividades, calcular o custo destas atividades através dos recursos consumidos por cada uma delas, compreender o comportamento destas atividades, identificando as causas dos custos relacionados com elas (direcionadores de custo) e, em seguida alocar os custos das atividades aos procedimentos, produtos e serviços prestados.
 
O custeio por atividade utiliza o conceito de direcionadores de custo, os quais podem ser definidos como aquelas atividades ou variáveis que determinam os custos das atividades, ou seja, são as causas principais dos custos das atividades. Com a utilização dos direcionadores de custo, o ABC objetiva encontrar os fatores que causam os custos, isto é, determinar a origem dos custos de cada atividade, para desta maneira, alocá-los corretamente aos produtos, considerando o consumo das atividades por eles assim determinados.
 
RECURSOS - São todos os gastos incorridos pelas diversas unidades ou centros de custo de uma Empresa, representados pelas despesas consumidas, os quais são necessários à realização de suas Atividades. Os recursos básicos utilizados são: 
  • Recursos humanos - Mão de Obra própria;
  • Serviços de terceiros - Mão de Obra contratada;
  • Materiais e medicamentos aplicados;
  • Equipamentos e instalações utilizadas;
  • Recursos Financeiros.
 
 
No processo de mapeamento e detalhamento das atividades é necessário que busque algumas definições, tais como: 
  • Que recursos são consumidos?
  • Como estes recursos são consumidos?
  • Quais são os clientes de cada atividade?
  • Como este cliente consome esta atividade?
  • Qual o centro de custo responsável por ela?
  • Quem é o responsável pela execução da atividade?
  • Quais são os indicadores para medir o seu desempenho?
 
 
As atividades serão custeadas a partir de direcionadores de custo, os quais irão ligar cada recurso de cada unidade ou centro de custo às atividades executadas por eles, através de padrões de alocação de recursos em atividades.
 
PRODUTO / OBJETO DE CUSTO - é tudo o que se deseja medir e avaliar o desempenho dos seus custos.
 
Um produto destinado ao estoque, um procedimento médico, um serviço destinado a um cliente, ou um produto intermediário.
 
Os produtos, procedimentos e serviços serão custeados a partir de direcionadores de custo, os quais irão ligar as atividades de cada unidade ou centro de custo da empresa aos produtos, através de padrões de alocação de atividades aos produtos.
 
DIRECIONADORES DE CUSTO - são os parâmetros através dos quais são identificados e medidos os recursos necessários à execução de uma atividade e na elaboração de um produto ou serviço, ou seja, são os fatores que determinam os consumos dos recursos pela atividade e pelo produto.
 
São exemplo de direcionadores de custo: as horas gastas para a realização de uma atividade, as quantidades consumidas de recursos variáveis, a área ocupada, a quantidade de funcionários, a quantidade de processo de compras, a quantidade de faturas emitidas, ou seja, poderão ser definidos como direcionadores de custo qualquer variável do processo que possa ser medida.
As atividades deverão ser definidas no nível de detalhe de interesse do gestor, e que seja possível a sua medição e acompanhamento. O sistema permite que, em uma primeira fase de implantação, seja definida apenas uma atividade básica para cada centro de custo, para que posteriormente sejam detalhadas aquelas atividades, onde houver relevância dos custos ou distinção de processos que determinem em diferenciação nos custos dos produtos e serviços prestados.
ATIVIDADE - É qualquer evento executado por uma unidade ou centro de custo, que consome os recursos da Empresa. Atividade pode ser definida como um conjunto de tarefas e operações, definidas no nível apropriado para o gerenciamento de custos.

Nenhum comentário: